Dont feed the models!

Dia desses tava surfando na web e me deparei com umas fotos que me chamaram atenção: era Gemma Ward, aquela top com traços meio alien, fotografada numa praia da Austrália exibindo formas no mínimo mais voluptuosas que o de costume. Assim como aconteceu com outras  antes dela, Gemma foi duramente atacada pelo ganho de peso e continua sendo alvo de especulações por parte da mídia. Aliás, me parece mesmo interminável essa polêmica em torno do peso não só das modelos, mas de qualquer figura que trabalhe expondo sua imagem: não importa a  atividade exercida, o número apontado pela balança quase sempre atrai  a curiosidade e é mais motivo de falatório que o talento da pessoa em questão.

Gemma antes e depois

A pressão da indústria da moda em cima dessas meninas chega a ser desumana, principalmente quando elas atingem o fim da adolescência e se deparam com novas e inesperadas curvas, absolutamente normais em qualquer mulher mortal.

Sou até meio suspeita pra falar porque sempre admirei o tipo longilíneo e sequinho e  nunca almejei corpão de Sheila Carvalho e Cia. Mas se por um lado eu sonhava com um corpitcho de top, de outro nunca me permiti cometer loucuras em nome da magreza, a la Carolina Reston. Vi que com muita força de vontade e disciplina se é capaz de conquistar um corpo magérrimo (abdicando de muita coisa sim,  é verdade), só pra depois perceber que isso não é nem deve ser a coisa mais importante da vida de ninguém! (a pessoa que vos escreve já perdeu 17 kg em 5 meses, passando dos 69 aos 52kg, pra 1,76m)

Os estilistas defendem a magreza excessiva das modelos justificando a necessidade de ressaltar as roupas, fazendo com que elas apareçam mais do que quem as veste… Mas se há uma enorme diversidade de formas femininas   (e masculinas!) na vida real, por que motivo permitiu-se valorizar mais as roupas num determinado padrão que o material humano em si  ?

Alvo de críticas  e piadas

Quem não lembra do bafafá em torno de outra top, Tyra Banks,  no começo de 2007, quando papparazzis fotografaram a então já “aposentada” modelo  num maiô tomara-que-caia ? Nao faltou gente inventando piadinha por causa de sua nova silhueta (?), o que a impulsionou a abordar o  assunto em seu Tyra Bank’s Show.

Kate Moss, famosa pelo perfil andrógino e magreza extrema, quem diria, também passou por esses percalços ao ser fotografada num iate exibindo uma barriguinha saliente: todos até apontaram uma nova gravidez como motivo da mudança de shape da top (como se não houvessem outras mil explicações para tal fato; pior ainda, como se engordar fosse crime ou algo que necessite ser justificado)

Aqui no Brasil aconteceu algo parecido no SPFW de junho de 2008: a modelo tcheca Karolina Kurkova desfilou pra Cia Marítima exibindo uns quilinhos a mais e logo virou o assunto do momento! Alfinetadas daqui e dali, comentários maldosos em diversos sites… Ainda bem que muita gente consciente partiu em sua defesa, o que prova que ainda há uma  esperança  de virarmos o jogo contra essa ditadura cruel da magreza.

Agora eu pergunto: o que vale mais, um corpo super seco conquistado a duras penas ou uma silhueta mais rechonchudinha porém saudável (e feliz)? E quanto às modelos, essa nova tendência de colocar as plus-size nas passarelas pega de vez  ou é algo que não faz muito sentido?

Anúncios

2 respostas em “Dont feed the models!

  1. fala sério. me pergunto, como alguém contrata uma modelo dessas pra passarela ainda vestindo biquinis?! dá nojo!! não que eu seja preconceituosa, até porq não tenho o corpo perfeito.. mas nada disso me impede de olhar pra isso e pensar, nossa que “biquini” feio. ALOOOWWWWW!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s